segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Coreia Socialista lança novo e moderno míssil Pukguksong-2


Confirmado: KCTV divulga imagens do lançamento de míssil ocorrido no domingo, dia 12, confirmando as informações preliminares que já especulava a imprensa ocidental.

Em 12 de fevereiro de Juche 106 (2017), ocorreu o lançamento e teste exitoso do míssil balístico terra-terra de médio e largo alcance chamado Pukguksong-2, um novo sistema de arma estratégica coreana. A condução do teste ficou ao encargo de Kim Jong Un, Comandante Supremo do Exército Popular da Coreia, Presidente do Partido do Trabalho da Coreia e do Comitê de Estado da RPDC.
Após o sucesso alcançado em agosto de 2016 com o lançamento de um míssil SLBM, lançado a partir de um submarino, o Marechal Kim Jong Un assinalou a tarefa de desenvolver-se um foguete terra-terra de mesmo alcance que o SLBM. No dia do disparo de teste, o Marechal primeiro inspecionou o caminhão movido com lagartas de tanque e equipado com uma plataforma de lançamento autopropulsada, fabricada por operários da indústria bélica com força, tecnologia e inteligência próprias.


O novo caminhão dotado de plataforma lançadora de mísseis

Na ocasião, comprovou-se a confiabilidade e a estabilidade do sistema de lançamento durante o tempo frio e em um terreno precário, observando-se também o arranque do motor de alta potência movido a combustível sólido. Foram também confirmadas as características de indução e controle do míssil balístico durante o voo com motor aceso e as especificações dos motores de combustível também sólido, além da separação dos estágios do foguete.
Também foram analisados os controles de posição e indução da melhorada cabeça de combate do foguete, capaz de carregar uma ogiva nuclear em seu estágio do meio.



Um dos principais pontos do teste foi a evolução de anos na capacidade de lançamentos de mísseis. Antes, o Exército Popular da Coreia precisava de bases estáticas para lançar mísseis mais poderosos. Com o novo caminhão dotado de plataforma de lançamento, os mísseis podem ser lançados em qualquer ponto do país.
Levando em consideração a segurança dos países vizinhos, o lançamento se realizou de maneira a aumentar a altura ao invés do alcance. Por isso, o míssil caiu no mar ao final do teste, não oferecendo qualquer perigo.
O Máximo Dirigente Kim Jong Un disse que o novo foguete Pukguksong-2 é o vantajoso sistema de arma ao estilo coreano que pode ser colocado em operação a qualquer momento e garantir a rapidez no ataque. Frisou que, desde o desenho e fabricação do caminhão com plataforma de lançamento, o novo armamento foi desenvolvido com tecnologia, força e inteligência totalmente nacionais, seguindo o Juche. O Marechal ficou muito feliz pelo nascimento de outro potente meio para o ataque nuclear, que faz a pátria socialista mais poderosa.
Ressaltou que a indústria de foguetes nacionais alcançou a transição do motor de combustível líquido para a nova geração de motores de combustível sólido de altíssima potência com sucesso.
Graças ao desenvolvimento do novo sistema de armamento estratégico, o Exército Popular da Coreia pode cumprir com maior exatidão e rapidez suas missões em qualquer espaço do mar ou da terra.

Militares comemoram o sucesso do teste com míssil.


Após o término do teste, o Marechal Kim Jong Un cumprimentou calorosamente os militares, técnicos industriais e cientistas envolvidos na construção do novo armamento, tirando fotos com eles. 





___________________________________
Centro de Estudos da Política Songun – Brasil
Com informações do texto original extraído do site KCNA.





Nenhum comentário:

Postar um comentário